Dê a quem você ama: Asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar! (Dalai Lama)

14
Out 08

hibisco_laranja.gifNuma conversa entre mulheres, uma amiga se gabou de falar a verdade sempre que não gosta de alguma coisa. E foi bem enfática:
" - Doa a quem doer, eu sempre falo o que penso. Isso serve para marido, filho, nora e até amiga viu?"
Juro, fiquei com medo!
Já imaginou ter que ouvir alguma "verdade" assim, na "lata" e sem anestesia?
Mais tarde, comecei a pensar que talvez essa amiga estivesse com problemas.
Não ter freios e falar tudo o que vêm na cabeça é má criação ou comprometimento mental.
No caso dela...sinceramente?  É má criação.

Falar a verdade é muito bom. Sinal de honestidade e rectidão de carácter. Mas é preciso ter cautela.
Algumas "verdades" não devem ser ditas porque magoam e quem ouve talvez não possa fazer nada para mudar.
Por exemplo, dizer para a amiga que ela está gorda é bobagem. A menos que saiba que ela não tem espelho ou que é cega. Mesmo assim...

Falar que não gostou de um jantar que foi preparado com carinho ou da decoração da casa é totalmente desnecessário. Não é preciso mentir, só não comente.

O mesmo sobre coisas do tipo "Você não fica bem com esta roupa", quando a pessoa já saiu de casa e não tem como mudar.

Quem gosta de falar as "verdades" precisa se perguntar se está falando da sua ou a da pessoa?
Uma das coisas mais difíceis é aceitar que duas pessoas possam ter opiniões totalmente diferentes sobre um mesmo assunto.
Daí, aquela frase famosa: "O que seria do amarelo se todos gostassem do azul".
Quem gosta de ser sincero, precisa estar atento se a pessoa está disposta a ouvir o que se pensa.
Muitas vezes somos tentados a dar opinião sobre o que não nos diz respeito, "meter o bico" aonde não somos chamados.
O correcto antes de sair dando palpite na vida alheia é pensar:

. A pessoa pode mudar?
Se for uma característica física (cintura grossa, perna torta, nariz grande, etc.) não precisa tocar no assunto, porque provavelmente a pessoa já sabe.
Se for perguntado, uma boa resposta seria "Quando eu olho você, vejo outras coisas".

. Evitar fazer comentários do tipo:
"Detesto quem não gosta de ler" ou "Quem não gosta de cinema é burro".
Se quem ouve não gosta destas coisas, pronto se ganhou um inimigo.
. Sobre educação de filho, religião, casamento e outros assuntos polémico, é melhor ouvir.
Se sua opinião for diferente e resolver falar, uma sugestão é começar a frase assim: "Eu entendo o que você diz, mas penso um pouco diferente".
. Se ouvir uma "verdade" sem pedir, sinta-se à vontade para responder:
"Você foi muito sincero, agora é a minha vez. Não gostei".
Seja assertivo, talvez a pessoa também precise ouvir a verdade. 

. Nada impede que se interrompa quem está falando a "verdade" se não deseja ouvir.
É só falar: " Acho melhor você guardar o pensa sobre isso para você".
Apesar de ser tentador acreditar que se sabe a "verdade" ou o que é melhor para o outro, um pouco de humildade e dúvida não faz mal.
--------------------
24/10/2007
Lícia Egger Moellwald

publicado por LauraBM às 00:45
*TAGS = Temas deste Blog - (Clique em cima) -

:

R O D A P É

TELEFONES S.O.S.

"Vítimas de violência"

Números nacionais:
- SOS Mulher 808 200 175 (Linha Azul)
- Informação Mulher Vítima de Violência: 800 202 148
- Solidariedade à Mulher : 808 202 710

Lisboa:
- APAV, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima: 21 888 4732
- Solidariedade à Mulher : 808 202 710
- UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta):

Rua de São Lázaro, 111 - 1.º Dto. Telefone: +351 1 886 79 86 - Fax: +351 1 886 70 90

Coimbra:
- S.O.S. Mulher/ Fundação Bissaya Barreto: 239 832073
- APAV, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima: 239 702363 - www.apav.pt

Sintra:
- Informação à Mulher: 21 916 1404

Açores:

- SOS Mulher Angra do Heroísmo

- Rua Álvaro Martins Homem, 12 - 9700 - 017 Angra do Heroísmo - Telefone: 295 217860 Fax: 295 217 837

Ponta Delgada - 296 283221
- UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta):

Ponta Delgada - Rua de São João, 33 A - 2º 9500 - 107 Ponta Delgada Telefone/Fax: 296 283 221

"Gravidez e Planeamento Familiar"
- Solidariedade à Mulher/Gravidez não desejada: 808 202 710
- Lisboa - S.O.S. Grávida/ informação e apoio: 21 395 2143
- Lisboa - Despedimentos por Gravidez: 21 796 4027

"Suicídio"
- Telefone da Amizade - Angústia, solidão e prevenção suicídio: 800 205 535

Lisboa - Centro S.O.S. - Voz Amiga: 21 3544 545 - Das 16h às 07 horas

Ajuda na solidão, angústia, desespero e prevenção do suicídio.
Viseu - Telefone S.O.S. Palavra Amiga das 21h à 1 hora (032) 424282
Coimbra - Telefone S.O.S. Telefone Amigo das 16h à 1 hora: (039) 721010 - Prevenção do suicídio

Arquivos
comentários recentes
Olá! O bolinho: pode usar farinha só integral, cla...
Mais uma das suas marcantes presenças com o humor....
Pois amiga LauraHavia alguém que dizia eu ser exig...
Pois é, meu caro, bater fotos leva tempo mas é agr...
Gosto de a ler, pena que o tempo para me dividir e...
Se quer entender as mulheres, talvez a tarefa não ...
Cara Laura, encontrei por acaso o seu poema "Todos...
rsrs muito interessante essa simpatia!
Posts mais comentados
11 comentários
6 comentários
5 comentários
4 comentários
*Som ambiente

(Pode ligar e desligar)
Mais sobre mim
*Espreitar no blog
 
Contador de visitas