Dê a quem você ama: Asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar! (Dalai Lama)

14
Out 08

hibisco_laranja.gifNuma conversa entre mulheres, uma amiga se gabou de falar a verdade sempre que não gosta de alguma coisa. E foi bem enfática:
" - Doa a quem doer, eu sempre falo o que penso. Isso serve para marido, filho, nora e até amiga viu?"
Juro, fiquei com medo!
Já imaginou ter que ouvir alguma "verdade" assim, na "lata" e sem anestesia?
Mais tarde, comecei a pensar que talvez essa amiga estivesse com problemas.
Não ter freios e falar tudo o que vêm na cabeça é má criação ou comprometimento mental.
No caso dela...sinceramente?  É má criação.

Falar a verdade é muito bom. Sinal de honestidade e rectidão de carácter. Mas é preciso ter cautela.
Algumas "verdades" não devem ser ditas porque magoam e quem ouve talvez não possa fazer nada para mudar.
Por exemplo, dizer para a amiga que ela está gorda é bobagem. A menos que saiba que ela não tem espelho ou que é cega. Mesmo assim...

Falar que não gostou de um jantar que foi preparado com carinho ou da decoração da casa é totalmente desnecessário. Não é preciso mentir, só não comente.

O mesmo sobre coisas do tipo "Você não fica bem com esta roupa", quando a pessoa já saiu de casa e não tem como mudar.

Quem gosta de falar as "verdades" precisa se perguntar se está falando da sua ou a da pessoa?
Uma das coisas mais difíceis é aceitar que duas pessoas possam ter opiniões totalmente diferentes sobre um mesmo assunto.
Daí, aquela frase famosa: "O que seria do amarelo se todos gostassem do azul".
Quem gosta de ser sincero, precisa estar atento se a pessoa está disposta a ouvir o que se pensa.
Muitas vezes somos tentados a dar opinião sobre o que não nos diz respeito, "meter o bico" aonde não somos chamados.
O correcto antes de sair dando palpite na vida alheia é pensar:

. A pessoa pode mudar?
Se for uma característica física (cintura grossa, perna torta, nariz grande, etc.) não precisa tocar no assunto, porque provavelmente a pessoa já sabe.
Se for perguntado, uma boa resposta seria "Quando eu olho você, vejo outras coisas".

. Evitar fazer comentários do tipo:
"Detesto quem não gosta de ler" ou "Quem não gosta de cinema é burro".
Se quem ouve não gosta destas coisas, pronto se ganhou um inimigo.
. Sobre educação de filho, religião, casamento e outros assuntos polémico, é melhor ouvir.
Se sua opinião for diferente e resolver falar, uma sugestão é começar a frase assim: "Eu entendo o que você diz, mas penso um pouco diferente".
. Se ouvir uma "verdade" sem pedir, sinta-se à vontade para responder:
"Você foi muito sincero, agora é a minha vez. Não gostei".
Seja assertivo, talvez a pessoa também precise ouvir a verdade. 

. Nada impede que se interrompa quem está falando a "verdade" se não deseja ouvir.
É só falar: " Acho melhor você guardar o pensa sobre isso para você".
Apesar de ser tentador acreditar que se sabe a "verdade" ou o que é melhor para o outro, um pouco de humildade e dúvida não faz mal.
--------------------
24/10/2007
Lícia Egger Moellwald

publicado por LauraBM às 00:45
*TAGS = Temas deste Blog - (Clique em cima) -

:

R O D A P É

TELEFONES S.O.S.

"Vítimas de violência"

Números nacionais:
- SOS Mulher 808 200 175 (Linha Azul)
- Informação Mulher Vítima de Violência: 800 202 148
- Solidariedade à Mulher : 808 202 710

Lisboa:
- APAV, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima: 21 888 4732
- Solidariedade à Mulher : 808 202 710
- UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta):

Rua de São Lázaro, 111 - 1.º Dto. Telefone: +351 1 886 79 86 - Fax: +351 1 886 70 90

Coimbra:
- S.O.S. Mulher/ Fundação Bissaya Barreto: 239 832073
- APAV, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima: 239 702363 - www.apav.pt

Sintra:
- Informação à Mulher: 21 916 1404

Açores:

- SOS Mulher Angra do Heroísmo

- Rua Álvaro Martins Homem, 12 - 9700 - 017 Angra do Heroísmo - Telefone: 295 217860 Fax: 295 217 837

Ponta Delgada - 296 283221
- UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta):

Ponta Delgada - Rua de São João, 33 A - 2º 9500 - 107 Ponta Delgada Telefone/Fax: 296 283 221

"Gravidez e Planeamento Familiar"
- Solidariedade à Mulher/Gravidez não desejada: 808 202 710
- Lisboa - S.O.S. Grávida/ informação e apoio: 21 395 2143
- Lisboa - Despedimentos por Gravidez: 21 796 4027

"Suicídio"
- Telefone da Amizade - Angústia, solidão e prevenção suicídio: 800 205 535

Lisboa - Centro S.O.S. - Voz Amiga: 21 3544 545 - Das 16h às 07 horas

Ajuda na solidão, angústia, desespero e prevenção do suicídio.
Viseu - Telefone S.O.S. Palavra Amiga das 21h à 1 hora (032) 424282
Coimbra - Telefone S.O.S. Telefone Amigo das 16h à 1 hora: (039) 721010 - Prevenção do suicídio

arquivos
comentários recentes
Gina, e João,Agradeço-lhes os comentários. Também ...
Sente-se um E T por não estar nas redes sociais?...
Oi João, como você, identifiquei-me com a crônica ...
Oi Laura, estava procurando um site para correspon...
Genial!!!Se quiser dar uma olhada no meu blog seri...
Pois, Daiana, também acho que todas deveríamos imp...
Aaaah quero uma camisa dessas kkk
Olá! O bolinho: pode usar farinha só integral, cla...
Posts mais comentados
11 comentários
6 comentários
5 comentários
4 comentários
mais sobre mim
*Espreitar no blog
 
Contador de visitas