Dê a quem você ama: Asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar! (Dalai Lama)

15
Dez 06

PORQUE VIVER É APRENDER A VIVER! 
 

folhas_coloridas.gif

Aprendi que peixinhos dourados não gostam de gelatina. (5 anos)
Aprendi que não dá para esconder brócolos no copo de leite. (6 anos)
Aprendi que meu pai pode dizer um monte de palavras que eu não posso. (8 anos)
Aprendi que minha professora sempre me chama quando eu não sei a resposta. (9 anos)
Aprendi que os meus melhores amigos são os que sempre me metem em confusão. (11 anos)
Aprendi que, se tenho problemas na escola, tenho mais, ainda, em casa. (12 anos)
Aprendi que quando meu quarto fica do jeito que quero, minha mãe manda eu arrumá-lo. (13 anos)
Aprendi que não se deve descarregar suas frustrações no seu irmão menor, porque seu pai tem frustrações maiores

           e mão mais pesada. (15 anos)
Aprendi que nunca devo elogiar a comida de minha mãe, quando estou comendo alguma coisa que minha mulher

           preparou. (25 anos)
Aprendi que se pode fazer, num instante, algo que vai lhe dar dor de cabeça a vida toda. (29 anos)
Aprendi que quando minha mulher e eu temos, finalmente, uma noite sem as crianças, passamos a maior parte do

           tempo falando delas. (35 anos)
Aprendi que casais que não têm filhos, sabem melhor como você deve educar os seus. (37 anos)
Aprendi que é mais fácil fazer amigos do que se livrar deles. (40 anos)
Aprendi que mulheres gostam de ganhar flores, especialmente sem nenhum motivo. (42 anos)

           Não espere chegar nesta idade para reconhecer que FLORES para quem se AMA faz bem, de vez e sempre!
Aprendi que não cometo muitos erros com a boca fechada. (44 anos)
Aprendi que existem duas coisas essenciais para um casamento feliz: contas bancárias e banheiros separados.

           (44 anos)
Aprendi que a época que preciso, realmente, de férias é justamente quando acabei de voltar delas. (45 anos)
Aprendi que você sabe que sua esposa o ama, quando sobram dois bolinhos e ela pega o menor. (46 anos)
Aprendi que nunca se conhece bem os amigos, até que se tire férias com eles. (46 anos)
Aprendi que casar por dinheiro é a maneira mais difícil de conseguí-lo. (47 anos)
Aprendi que você pode fazer alguém ganhar o dia, simplesmente, mandando-lhe um pequeno cartão. (48 anos)
Aprendi que a qualidade de serviço de um hotel é directamente proporcional à espessura das toalhas. (49 anos)
Aprendi que crianças e avós são aliados naturais. (50 anos)
Aprendi que quando chego atrasado ao trabalho, meu patrão chega cedo. (51 anos)
Aprendi que o objecto mais importante de um escritório é a lata de lixo. (54 anos)
Aprendi que é legal curtir o sucesso, mas não se deve acreditar muito nele. (57 anos)
Aprendi que não posso mudar o que passou, mas posso deixar pra lá. (63 anos)
Aprendi que a maioria das coisas com que me preocupo nunca acontecem. (64 anos)
Aprendi que todas as pessoas que dizem que "dinheiro não é tudo", geralmente, têm muito. (66 anos)
Aprendi que se você espera se aposentar para começar a viver, esperou tempo demais. (67 anos)
Aprendi que nunca se deve ir para cama sem resolver uma briga. (71 anos)
Aprendi que quando as coisas vão mal, eu não tenho que ir com elas. (72 anos)
Aprendi que amei menos do que deveria. (88 anos)
Aprendi que tenho muito a aprender. (90 anos)

A VIDA É CURTA. CURTA A VIDA
----------------------------------
27/10/2005
Texto recebido Via Internet, s/autoria

publicado por LauraBM às 22:15
*TAGS = Temas deste Blog - (Clique em cima) -

:

R O D A P É

TELEFONES S.O.S.

"Vítimas de violência"

Números nacionais:
- SOS Mulher 808 200 175 (Linha Azul)
- Informação Mulher Vítima de Violência: 800 202 148
- Solidariedade à Mulher : 808 202 710

Lisboa:
- APAV, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima: 21 888 4732
- Solidariedade à Mulher : 808 202 710
- UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta):

Rua de São Lázaro, 111 - 1.º Dto. Telefone: +351 1 886 79 86 - Fax: +351 1 886 70 90

Coimbra:
- S.O.S. Mulher/ Fundação Bissaya Barreto: 239 832073
- APAV, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima: 239 702363 - www.apav.pt

Sintra:
- Informação à Mulher: 21 916 1404

Açores:

- SOS Mulher Angra do Heroísmo

- Rua Álvaro Martins Homem, 12 - 9700 - 017 Angra do Heroísmo - Telefone: 295 217860 Fax: 295 217 837

Ponta Delgada - 296 283221
- UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta):

Ponta Delgada - Rua de São João, 33 A - 2º 9500 - 107 Ponta Delgada Telefone/Fax: 296 283 221

"Gravidez e Planeamento Familiar"
- Solidariedade à Mulher/Gravidez não desejada: 808 202 710
- Lisboa - S.O.S. Grávida/ informação e apoio: 21 395 2143
- Lisboa - Despedimentos por Gravidez: 21 796 4027

"Suicídio"
- Telefone da Amizade - Angústia, solidão e prevenção suicídio: 800 205 535

Lisboa - Centro S.O.S. - Voz Amiga: 21 3544 545 - Das 16h às 07 horas

Ajuda na solidão, angústia, desespero e prevenção do suicídio.
Viseu - Telefone S.O.S. Palavra Amiga das 21h à 1 hora (032) 424282
Coimbra - Telefone S.O.S. Telefone Amigo das 16h à 1 hora: (039) 721010 - Prevenção do suicídio

arquivos
comentários recentes
Gina, e João,Agradeço-lhes os comentários. Também ...
Sente-se um E T por não estar nas redes sociais?...
Oi João, como você, identifiquei-me com a crônica ...
Oi Laura, estava procurando um site para correspon...
Genial!!!Se quiser dar uma olhada no meu blog seri...
Pois, Daiana, também acho que todas deveríamos imp...
Aaaah quero uma camisa dessas kkk
Olá! O bolinho: pode usar farinha só integral, cla...
Posts mais comentados
11 comentários
6 comentários
5 comentários
4 comentários
mais sobre mim
*Espreitar no blog
 
Contador de visitas